Botas Texanas em Ariquemes / Rondônia

Buscando botas texanas femininas e masculinas em Ariquemes - Rondônia?

Acabou de encontrar! Aooo brutos e brutas de Ariquemes!



Nós da 7MBoots sabemos que Ariquemes - Rondônia  é repleta de gente bonita e alegre, eventos sertanejos, e por isso, gostaríamos de oferecer a vocês aquela dica de amigo do peito.

Vocês sabiam que um calçado confortável pode diminuir o estresse corporal, agregar bem-estar e até mesmo, melhorar o seu humor?

Pois é, ter comodidade nos pés faz toda a diferença. E quando todo o conforto se une com beleza, design e elegância indescritível?

Não é maravilhoso? Com as texanas da 7MBoots, isso é possível!

Quem já conhece nossos produtos sabe de toda a qualidade e durabilidade de cada um deles, e quem não conhece, precisa conhecer, afinal, só a 7MBoots oferece uma variedade incrível de botas texanas masculinas, femininas e infantis que agradam a todos os gostos e não decepcionam nos quesitos resistência e durabilidade.

No site da 7MBoots, você cowboy ou cowgirl, encontra botas texanas de bico quadrado, de bico redondo, além de modelos escamados, fabricados a partir de couro réplica de avestruz, com aplicações de bandeiras de países e muito mais!

Todos os nossos pares são fabricados em couro legítimo de maneira artesanal, para garantir a vocês a sensação de um calce perfeito, que proporciona flexibilidade única e bem-estar incomparável.

Corra já para o site e garanta a sua bota texana 7MBoots!

Nós garantimos uma entrega rápida e segura em Ariquemes, e em casos de trocas, não há motivos para preocupação, afinal, o nosso procedimento é bastante simples.

Escolha já a sua texana, e receba, na comodidade do seu lar, a sua mais nova companheira de aventuras.


Conheça um pouco mais sobre  Ariquemes Rondônia:

Gentílico: ariquemense

Histórico

O nome Ariquemes é uma homenagem a tribo indígena Arikemes habitantes originais dessa região, estes índios falavam o txapakura, dentro do grupo lingüístico tupi, a tribo foi extinta, mas gravou seu nome na história de Ariquemes.
Por volta de 1794, o Vale do Jamari, onde surgiu o núcleo que deu origem ao município de Ariquemes, era conhecido pela abundância de suas especiarias nativas, destacando o cacau e o látex da seringueira. A região habitada por extrativistas e índios possuía vários seringais, principalmente o Seringal Papagaios. Nessa época, a região amazônica era desconhecida.
A ocupação do Vale do Jamary ocorreu por volta de 1900, principalmente durante o primeiro ciclo da borracha, mas sua ocupação efetiva começou a partir de 1909 com a construção da linha telegráfica de Cuiabá a Santo Antônio do Rio Madeira, uma maratona de muito trabalho e sacrifício, cuja expedição era chefiada pelo Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon em sua terceira viagem pela Amazônia.
Em 1915, essa região foi delimitada pela Resolução nº 735, de 06 de outubro, e denominado 3º Distrito do município de Santo Antônio do Rio Madeira. Período de grande migração nordestina, com os imigrantes ocupando terras e extraia as riquezas naturais, especialmente o látex da borracha, de grande procura internacional.
Na década de 40 ocorre outro fluxo migratório de nordestinos atraídos pelo Ciclo da Borracha. Na década de 50 começa outro fluxo migratório de diversos pontos do país atraídos pelo garimpo.
Em 1972, Começaram os estudos realizados pelo INCRA nas áreas desapropriadas, que resultaram nos projetos de assentamento "Burareiro" e "Marechal Dutra". A partir de 1975, esses projetos entram em fase de implantação. O crescimento populacional é sentido e envolve a ação conjunta do INCRA, Governo do Território e Prefeitura Municipal de Porto Velho na criação de um planejamento urbano, com vista, a ocupação racional e planejada da área.
Antônio Carlos Cabral Carpinteiro, prefeito de Porto Velho, determinou a transferência da sede do Distrito, localizada as margens do rio Jamari, onde atualmente se localiza o bairro Marechal Rondon, para outra localidade próxima a BR 364, onde foi instalada a cidade planejada dividida em setores: Institucional, Industrial, Comercial e Residencial.
No dia 11 de fevereiro de 1976, a primeira árvore foi derrubada surgindo à Nova Ariquemes. A vila passa a ser chamada de Vila Velha. Houve tentativa de erradicação do vilarejo inicial, visto ser ele cortado ao centro pela BR 364, que lhe servia de eixo. Apesar das tentativas, o povo ali reside e manteve-se em grande parte ocupando a área atualmente incluída no plano urbano que representa uma referência histórica do município. Ainda hoje, pode se encontrar alguns pioneiros da imigração nordestina e seus descendentes do segundo ciclo da borracha, ruínas da instalação do posto telegráfico o mastro, além de alguns móveis, constituindo-se em memória viva daquela época.

Formação Administrativa

Pelo Decreto-lei Federal n.º 5.812, de 13-09-1943, regularizado pelo Decreto-lei n.º 5.839, de 21-09-1943, o antigo distrito de Ariquemes e o município Alto Madeira Pertencente ao Estado de Mato Grosso, foi transferido do município de Alto Madeira do território de Guaporé.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Ariquemes, figura no município de Alto Madeira.
Pelo Decreto-lei Federal n.º 7.470, de 17-04-1945, o distrito de Ariquemes, foi transferido do extinto município de Alto Madeira para o município de Porto Velho.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o distrito de Ariquemes, figura no município de Porto Velho.
Elevado à categoria de município com a denominação de Ariquemes, pela Lei Federal n.º 6.448, de 11-10-1977, desmembrado do município de Porto Velho, Rondônia e sede no antigo distrito de Ariquemes. Constituído de 4 distritos: Ariquemes, Jaru, Nova Vida e Tabajara, todos criados pelo Decreto Federal acima citado. Instalado em 21-11-1977.
Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 4 distritos: Ariquemes, Jaru, Nova Vida e Tabajara.
Pela Lei 6.921, de 16-06-1981, desmembra do município de Ariquemes o distrito de Jaru. Elevado à categoria de município.
Pela Lei Municipal n.º 198, de 11-05-1988, o distrito de Tabajara, foi extinto, sendo sua área incorporado o novo município de Machadinho D?Oeste.
Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído de 2 distritos: Ariquemes e Nova Vida.
Pela Lei Estadual n.º 374, de 13-02-1992, o distrito de Nova Vida foi extinto, sendo sua área anexada ao novo município de Caculândia.
Em divisão territorial datada de 1995, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.