7 passos para iniciar uma plantação de maracujá

Confira as dicas da 7MBOOTS para aprender como cuidar da sua plantação de maracujá

Sem dúvidas, o mercado do maracujá tem grande potencial de crescimento. Isso porque, a versatilidade da fruta possibilita o consumo em diferentes destinos comerciais. Além disso, com apenas cinco tipos de maracujá entre os mais cultivados, não é uma tarefa muito difícil conquistar espaço considerável dentro desse nicho.

Portanto, se você quer saber quais os passos necessários para iniciar uma boa plantação de maracujá, acompanhe abaixo o post da 7MBoots e comece a se inspirar agora mesmo!

1- Pesquise sobre o Maracujá

Antes de iniciar a sua plantação, é de suma importância pesquisar e entender mais sobre o maracujá. Com origem no maracujazeiro, seu nome científico é Passiflora edulis sims e é uma fruta pertencente à família das Passifloráceas. Conhecida por sua ação calmante, seu crescimento ocorre sobre a forma de ramagens e por isso, pode ser comparada com as plantas trepadeiras. Além disso, o maracujá é um fruto nativo da América Central e América do Sul, antigamente, a fruta era conhecida como “dádiva divina”

2- Domine as propriedades comerciais do maracujá

É fato que o plantio do maracujá é uma atividade bastante lucrativa. Com a principal função de extração da polpa para originar doces, sucos, sorvetes e vitaminas, o Brasil é líder entre os produtores de maracujá. Um dos fatores que contribuem para a liderança nacional são as 100 espécies de maracujá existentes em nosso país. Contudo, apenas 5 delas têm destaque comercial: maracujá roxo, nativo, quadrangulares, alata e cincinnata. Ainda é preciso considerar que, para extração da polpa, o mais indicados são o maracujá roxo e o alata. Os outros gêneros são mais utilizados no cultivo ornamental.

3- Encontre um local com as condições ideais para cultivo

Para que a sua plantação de maracujá obtenha sucesso, é imprescindível que ela seja iniciada em um local adequado para o crescimento da planta. Embora o maracujazeiro não necessite de muito espaço para se desenvolver, é preciso estar atento às condições ideais como altas temperaturas e ciclo regular de chuvas. Além disso, o maracujá se desenvolve melhor em climas tropicais e o contato com o calor e a umidade são essenciais para o seu crescimento.

4- Fique atento ao tipo de solo

O solo ideal para o plantio do maracujá deve ser fértil, ter boa drenagem e bom potencial de nutrição. Além disso, para manter um ritmo de semeadura e colheita dessa fruta, é importante que o terreno seja plano. Após a escolha do solo, é hora de prepara-lo, para isso, comece pela higienização da área, com remoção de resíduos de plantações anteriores. Posteriormente, será necessário arar a terra e converter os restos em adubos naturais.

5- Informações sobre o semeio

O melhor período para o plantio das sementes de maracujá se dá entre os meses de julho e agosto, com o fim dos meses de geadas. Sendo assim, o primeiro passo é realizar a abertura das covas, que devem ter aproximadamente 10 cm de largura e 12 cm de profundidade. Além disso, o espaço entre uma cova e outra deve ser com cerca de 30 cm. Por conta do crescimento da planta ser semelhante ao da trepadeira, é importante que ela conte com algum tipo de apoio, portanto, o mais indicado é cultivar a frutas perto de cercas ou estruturas de madeiras para estabelecer um crescimento ascendente.

6- Irrigação do maracujá

Por conta das necessidades individuais do maracujá, que requerem temperaturas elevadas e boa taxa de umidade, a irrigação é fundamental. O procedimento pode ser realizado de forma mecânica ou manual, porém, é extremamente necessário equilibrar essa ação, para que o solo não fique encharcado. Ademais, no momento de germinação das sementes é importante irrigar a plantação, pelo menos, duas vezes por semana. Após o maracujazeiro brotar, as irrigações podem ser reduzidas a vez por semana. Atenção: durante o desenvolvimento dos frutos, fique atento ao surgimento de ervas daninhas.

7-Colheita do maracujá

Quando os maracujás apresentarem uma coloração amarela intensa e textura brilhante, é sinal de que estão prontos para colheita. A melhor forma de retirá-los é cortar as frutas das árvores mantendo um cabinho de 5 cm.

Separamos alguns produtos para você