APROVEITE O FRETE GRÁTIS.

Botas Texanas em Almeirim / Pará

Botas Texanas em Almeirim / Pará

Buscando botas texanas femininas e masculinas em Almeirim - Pará?

Acabou de encontrar! Aooo brutos e brutas de Almeirim!



Nós da 7MBoots sabemos que Almeirim - Pará  é repleta de gente bonita e alegre, eventos sertanejos, e por isso, gostaríamos de oferecer a vocês aquela dica de amigo do peito.

Vocês sabiam que um calçado confortável pode diminuir o estresse corporal, agregar bem-estar e até mesmo, melhorar o seu humor?

Pois é, ter comodidade nos pés faz toda a diferença. E quando todo o conforto se une com beleza, design e elegância indescritível?

Não é maravilhoso? Com as texanas da 7MBoots, isso é possível!

Quem já conhece nossos produtos sabe de toda a qualidade e durabilidade de cada um deles, e quem não conhece, precisa conhecer, afinal, só a 7MBoots oferece uma variedade incrível de botas texanas masculinas, femininas e infantis que agradam a todos os gostos e não decepcionam nos quesitos resistência e durabilidade.

No site da 7MBoots, você cowboy ou cowgirl, encontra botas texanas de bico quadrado, de bico redondo, além de modelos escamados, fabricados a partir de couro réplica de avestruz, com aplicações de bandeiras de países e muito mais!

Todos os nossos pares são fabricados em couro legítimo de maneira artesanal, para garantir a vocês a sensação de um calce perfeito, que proporciona flexibilidade única e bem-estar incomparável.

Corra já para o site e garanta a sua bota texana 7MBoots!

Nós garantimos uma entrega rápida e segura em Almeirim, e em casos de trocas, não há motivos para preocupação, afinal, o nosso procedimento é bastante simples.

Escolha já a sua texana, e receba, na comodidade do seu lar, a sua mais nova companheira de aventuras.


Conheça um pouco mais sobre  Almeirim Pará:

Gentílico: almeiriense

Histórico

Almeirim
Pará - PA

Histórico

Os fundamentos do atual município de Almeirim, situado na zona fisiográfica da Baixo Amazonas, foram lançados pelos frades capuchos de Santo Antônio, e fundaram, juntamente com os índios descidos do centro, a Aldeia do Paru. Ela prosperou, inclusive, quando uniu-se à taba dos índios do Rio Uacapari.
Manoel da Mota e Siqueira, objetivando defender o território, construiu à margem esquerda do Rio Amazonas, no local onde se encontra a Sede Municipal, um forte de pedra e barro, denominado forte do Paru. Essa iniciativa foi um dos principais fatores do desenvolvimento do povoado Aldeia do Paru.
Em 1758, por ato do Governador e Capitão-General, Francisco Xavier de Mendonça Furtado, adquiriu categoria de Vila, passando a chamar-se Almerim. Entretanto, na época da Independência veio a ser extinta, em virtude da preocupação do Governo da Capitania de alargar os domínios coloniais portugueses, para o Alto Amazonas.
Em 1835, Almerim foi palco de Cabanagem, que assolou o interior da Província. Com o advento da República, em 1890, readquiriu categoria de Vila e também de município. Porém, em 1930, o então município foi extinto, sendo seu território anexado ao de Prainha, onde se restabeleceu no mesmo ano.

Gentílico: almeiriense ou almeirimense

Formação administrativa

Elevado à categoria de vila com denominação de Almeirim ex-povoado, em 22-021758, desmembrado de Gururpá. Perdendo a categoria de vila, no final do período colonial. Restaurada por decreto estadual nº 109, de de 17-03-1890.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.
A vila de Almeirim foi novamente extinta, por decreto estadual nº 6, de 04-111930, sendo seu território anexado ao município de Monte Alegre.
Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Almeirim, por decreto estadual nº 16, de 24-11-1930, desmembrado de Monte Alegre. Sede na antiga vila de Almeirim. Constituído do distrito sede. Não temos data de instalação.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído do distrito sede.
A lei estadual nº 8, de 31-10-1935, menciona todos os municípios do Pará, figurando entre eles o de Almeirim.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município aparece constituído de 4 distritos: Almeirim, Boca do Braço, Santana do Cajari e Santo Antônio de Caracuru.
Pelo decreto-lei estadual nº 3131, de 31-10-1938, é criado o distrito de Arumanduba criado com território do extinto distrito de Santana do Cajari. Sob o mesmo decreto extintos os distritos Boca do Braço e Santo Antônio de Caracuru e anexado ao distrito de Arumanduba.
No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 2 distritos: Almeirim e Arumanduba.
Em divisão territorial datada de I-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Almeirim e Arumanduba.
Pela lei estadual nº 5075, de 02-05-1983, é criado o distrito de Monte Dourado e Anexado ao município de Almeirim.
Em divisão territorial datada de 18-VIII-1988, o município é constituído de 3 distritos: Almeirim, Arumanduba e Monte Dourado.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Separamos alguns produtos para você