Aproveite o frete grátis

Botas Texanas em Carmo da Cachoeira / Minas Gerais

Botas Texanas em Carmo da Cachoeira / Minas Gerais

Buscando botas texanas femininas e masculinas em Carmo da Cachoeira - Minas Gerais?

Acabou de encontrar! Aooo brutos e brutas de Carmo da Cachoeira!



Nós da 7MBoots sabemos que Carmo da Cachoeira - Minas Gerais  é repleta de gente bonita e alegre, eventos sertanejos, e por isso, gostaríamos de oferecer a vocês aquela dica de amigo do peito.

Vocês sabiam que um calçado confortável pode diminuir o estresse corporal, agregar bem-estar e até mesmo, melhorar o seu humor?

Pois é, ter comodidade nos pés faz toda a diferença. E quando todo o conforto se une com beleza, design e elegância indescritível?

Não é maravilhoso? Com as texanas da 7MBoots, isso é possível!

Quem já conhece nossos produtos sabe de toda a qualidade e durabilidade de cada um deles, e quem não conhece, precisa conhecer, afinal, só a 7MBoots oferece uma variedade incrível de botas texanas masculinas, femininas e infantis que agradam a todos os gostos e não decepcionam nos quesitos resistência e durabilidade.

No site da 7MBoots, você cowboy ou cowgirl, encontra botas texanas de bico quadrado, de bico redondo, além de modelos escamados, fabricados a partir de couro réplica de avestruz, com aplicações de bandeiras de países e muito mais!

Todos os nossos pares são fabricados em couro legítimo de maneira artesanal, para garantir a vocês a sensação de um calce perfeito, que proporciona flexibilidade única e bem-estar incomparável.

Corra já para o site e garanta a sua bota texana 7MBoots!

Nós garantimos uma entrega rápida e segura em Carmo da Cachoeira, e em casos de trocas, não há motivos para preocupação, afinal, o nosso procedimento é bastante simples.

Escolha já a sua texana, e receba, na comodidade do seu lar, a sua mais nova companheira de aventuras.


Conheça um pouco mais sobre  Carmo da Cachoeira Minas Gerais:

Gentílico: carmo-cachoeirense

Histórico

CARMO DA CACHOEIRA MINAS GERAIS
HISTÓRICO:
Segundo a tradição e expedição de Fernão Dias esteve na região no final do século XVII, deixando moradores na Fazenda da Boa Vista, primeiro local habitado do Deserto Desnudo. Entretanto, somente em meados do século XVIII surge o nome de Manoel Antonio Rattes, fundou o sítio da Cachoeira e entre 1848 e 1852, com o Tenente Coronel da Guarda nacional, José Fernandes Avelino, doaram os terrenos para o início do povoado. Registram-se como primeiros habitantes, o capitão João Damasceno Branquinho, Gabriel dos Reis Silva, Martinho Dias de Gouvêa, Capitão-Mor José Joaquim Branquinho, Capitão-Mor Manoel dos Reis e Silva e João Urbano de Figueiredo.
No topônimo do município a denominação Carmo se refere à sua Padroeira Nossa Senhora do Carmo, e Cachoeira, devido a uma queda d?água nas proximidades da cidade.
GENTÍLICO: CACHOEIRENSE
Município de Varginha.

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA:
Distrito de Carmo da Cachoeira por Lei Provincial nº 805, de 3 de julho de 1857, sendo sua criação confirmada por Lei Estadual nº 2, de 14 de setembro de 1891.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911 e nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, bem como no quadro fixado pela Lei Estadual nº 843, de 7 de setembro de 1923, o Distrito de Carmo da Cachoeira figura no Município de Varginha.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Distrito de Carmo da cachoeira figura no mesmo Município de Varginha.
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII­1937, bem como no quadro anexado ao Decreto-lei Estadual nº 88, de 30 de março do ano de 1938. Pelo Decreto-lei Estadual nº 148, de 17 de dezembro de 1938, foi criado o Município de Carmo da Cachoeira com o Distrito de Carmo da Cachoeira, desmembrado do Município de Varginha, e parte do território do Distrito de Luminárias, do Município de Lavras; e o Distrito de Carmo da Cachoeira perdeu parte do território para o novo Distrito de S. Bento, do Município de Carmo do Cachoeira, sendo o Distrito de S. bento criado também com território desmembrado do Distrito de Luminárias. Em 1939-1943, o Município de Carmo da Cachoeira é composto dos Distritos de Carmo da Cachoeira e S. Bento - e pertence ao têrmo e comarca de Varginha.
Em virtude do Decreto-lei Estadual nº 1058, de 31 de dezembro de 1943 que fixou
o quadro territorial para vigorar no qüinqüênio 1944-1948, o Município de Carmo da Cachoeira ficou composto dos seguintes Distritos: Carmo da Cachoeira e Eremita (ex-S. Bento) - e pertence ao têrmo e comarca de varginha. Permanece nos quadros fixados pelas Leis nºs 336, de 27-XII-1948 e 1039, de 12-XII-1953 para vigorar, respectivamente, nos períodos 1949-1953 e 1954-1958, composto dos Distritos de Carmo da Cachoeira e eremita, comarca de Varginha.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.
Foi desmembrado de seu territorio a parte que formava o distrito de "São Bento" (Eremita) por força da Lei nº 2.764 de 30 de dezembro de 1962 que criara o Muncipio com a nova denominação de "SAO BENTO ABADE"
È composta , hoje, de dois distritos: Distrito-sede e o Distrito de Palmital do Cervo criado pela Lei nº 1.299 de 15 de junho de 1992.

Separamos alguns produtos para você