Aproveite o frete grátis

Botas Texanas em Conceição do Rio Verde / Minas Gerais

Botas Texanas em Conceição do Rio Verde / Minas Gerais

Buscando botas texanas femininas e masculinas em Conceição do Rio Verde - Minas Gerais?

Acabou de encontrar! Aooo brutos e brutas de Conceição do Rio Verde!



Nós da 7MBoots sabemos que Conceição do Rio Verde - Minas Gerais  é repleta de gente bonita e alegre, eventos sertanejos, e por isso, gostaríamos de oferecer a vocês aquela dica de amigo do peito.

Vocês sabiam que um calçado confortável pode diminuir o estresse corporal, agregar bem-estar e até mesmo, melhorar o seu humor?

Pois é, ter comodidade nos pés faz toda a diferença. E quando todo o conforto se une com beleza, design e elegância indescritível?

Não é maravilhoso? Com as texanas da 7MBoots, isso é possível!

Quem já conhece nossos produtos sabe de toda a qualidade e durabilidade de cada um deles, e quem não conhece, precisa conhecer, afinal, só a 7MBoots oferece uma variedade incrível de botas texanas masculinas, femininas e infantis que agradam a todos os gostos e não decepcionam nos quesitos resistência e durabilidade.

No site da 7MBoots, você cowboy ou cowgirl, encontra botas texanas de bico quadrado, de bico redondo, além de modelos escamados, fabricados a partir de couro réplica de avestruz, com aplicações de bandeiras de países e muito mais!

Todos os nossos pares são fabricados em couro legítimo de maneira artesanal, para garantir a vocês a sensação de um calce perfeito, que proporciona flexibilidade única e bem-estar incomparável.

Corra já para o site e garanta a sua bota texana 7MBoots!

Nós garantimos uma entrega rápida e segura em Conceição do Rio Verde, e em casos de trocas, não há motivos para preocupação, afinal, o nosso procedimento é bastante simples.

Escolha já a sua texana, e receba, na comodidade do seu lar, a sua mais nova companheira de aventuras.


Conheça um pouco mais sobre  Conceição do Rio Verde Minas Gerais:

Gentílico: conceicionense

Histórico

HISTÓRICO -
A versão mais aceitável, porque apoiada por vários historiadores, inclusive pelo ministro Alfredo Valadão, ilustre membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, é a de que foi Inácio Carlos da Silveira o fundador de Campina do Rio Verde, primitivo nome da povoação onde hoje se localiza Conceição do Rio Verde.
Inácio Carlos da Silveira, em petição encaminhada à Secretaria do Governo, suplicou e recebeu, aos 12 de julho de 1732, certidão de batismo da localidade. A revista de nome "A Evolução", editada em Baependí em 1890, afirma que Inácio Carlos da Silveira recebera doação de légua e meia de terras de testada, com outro tanto sertão para a parte do poente, iniciando-se as delimitações no Rio Baependí e pelo Rio Verde acima até onde se achava um varreiro denominado Antas Verde, e para a parte direita do mesmo rio, acompanhando a dita testação de légua e meia do Rio Baependí, correndo pelo Rio Verde acima. No perímetro acima descrito, encontra-se parte do atual município de Conceição do Rio Verde.
Campina do Rio Verde, mais tarde Rio Verde de Baependí, pontilhado de casas e criações a pedraria e o altiplano do famoso vale, começou a povoar-se e a crescer impulsionada pelo braço escravo e transformou-se na atual cidade sul-mineira.
O distrito foi criado pela Lei provincial nº 114, de 9 de março de 1839, sendo sua criação confirmada pela Lei estadual nº 2, de 14 de setembro de 1891.
Por força da lei estadual nº 319, de 16 de setembro de 1901, o distrito de Conceição do Rio Verde foi transferido do município de Baependí para o de Aguas Virtuosas (atual Lambarí).
Finalmente, foi o município criado pela Lei estadual nº 556, de 30 de agosto de 1911, com território desmembrado do município de Àguas Virtuosas. A instalação do município verificou-se no dia 1º de junho de 1912.
Permaneceu inalterada a sua constituição territorial, com um único distrito, até o advento do De4creto-lei estadual nº 148, que fixou o quadro da divisão territorial em vigência no quinquênio 1939-1943, quando adquiriu para o distrito da sede parte do território do município de Baependí e parte do território dos distritos-sedes dos municípios de Caxambú e Cambuquira; a Lei 336, de 27 de dezembro de 1948, criou o distrito de Àguas de Contendas, anexando-a ao município.
Apesar de criado, não foi ainda instalado o referido distrito.
De acordo com as divisões territoriais de 31-12-1936 e 31-12-1937, como também com o q1uadro anexo ao Decreto-lei estadual nº 88, de 30-03-1938, o município se subordina ao têrmo e à comarca de Lambarí.
Foi criada a comarca de Conceição do Rio Verde, por força da Lei 1039, de 12 de dezembro de 1953, e instaldo em 29 de março de 1955.

Separamos alguns produtos para você