Aproveite o frete grátis

Botas Texanas em Extrema / Minas Gerais

Botas Texanas em Extrema / Minas Gerais

Buscando botas texanas femininas e masculinas em Extrema - Minas Gerais?

Acabou de encontrar! Aooo brutos e brutas de Extrema!



Nós da 7MBoots sabemos que Extrema - Minas Gerais  é repleta de gente bonita e alegre, eventos sertanejos, e por isso, gostaríamos de oferecer a vocês aquela dica de amigo do peito.

Vocês sabiam que um calçado confortável pode diminuir o estresse corporal, agregar bem-estar e até mesmo, melhorar o seu humor?

Pois é, ter comodidade nos pés faz toda a diferença. E quando todo o conforto se une com beleza, design e elegância indescritível?

Não é maravilhoso? Com as texanas da 7MBoots, isso é possível!

Quem já conhece nossos produtos sabe de toda a qualidade e durabilidade de cada um deles, e quem não conhece, precisa conhecer, afinal, só a 7MBoots oferece uma variedade incrível de botas texanas masculinas, femininas e infantis que agradam a todos os gostos e não decepcionam nos quesitos resistência e durabilidade.

No site da 7MBoots, você cowboy ou cowgirl, encontra botas texanas de bico quadrado, de bico redondo, além de modelos escamados, fabricados a partir de couro réplica de avestruz, com aplicações de bandeiras de países e muito mais!

Todos os nossos pares são fabricados em couro legítimo de maneira artesanal, para garantir a vocês a sensação de um calce perfeito, que proporciona flexibilidade única e bem-estar incomparável.

Corra já para o site e garanta a sua bota texana 7MBoots!

Nós garantimos uma entrega rápida e segura em Extrema, e em casos de trocas, não há motivos para preocupação, afinal, o nosso procedimento é bastante simples.

Escolha já a sua texana, e receba, na comodidade do seu lar, a sua mais nova companheira de aventuras.


Conheça um pouco mais sobre  Extrema Minas Gerais:

Gent?lico: extremense

Hist?rico

O n?cleo inicial, segundo a tradi??o que congregou os primeiros moradores da vila de Extrema foi uma ermida, cuja constru??o data de ?poca n?o determinada, mas sem d?vida, antes do ano de 1800. Ainda segundo a tradi??o, a essa ermida, consagrada ? invoca??o de Santa Rita, foi uma doa??o de trinta alqueires de terreno, pelo fazendeiro Jos? Alves, Vulgo Zeca Alves, propriet?rio de vastos latif?ndios que abrangiam parte da serra do Lopo e dos locais denominados "Tenentes" e "Rodeio".
O top?nimo explica-se pela pr?pria localiza??o geogr?fica do local, situado no extremo sul do estado de Minas Gerais. Anteriormente, o local chamou-se tamb?m, Registro eSanta Rita de Extrema. A primeira dessass denomina??es explica-se pela mudan?a do ent?o Registro de Mandu (Pouso Alegre) para a margem do Rio Jaguari, mudan?a essa determinada pelo Governador General Luiz Diogo da Silva, dando-se a transfer?ncia pelo Assento de 29 de novembro de 1764. A segunda - Santa Rita da Extrema - , o foi em homenagem ? padroeira do lugar , Santa Rita, e em fun??o da situa??o geogr?fica, como ficou dito.
Os primeiros povoadores a se fixarem em torno da ermida eram portugueses que provinham de Camanducaia, de Bragan?a Paulista, de Atibaia e de S?o Jo?o do Curralinho (hoje,Joan?polis). A tradi??o guardou os nomes do Capit?o Jos? da Silva Miranda, Louren?o Dias Portela, Jo?o Tavares, Antonio Rodrigues Pimentel, Alexandre Faustino de Almeida, Francisco Leite da Silva, Jos? Francisco da Silva, Jos? Rodrigues de Almeida, Manoel Pereira Galv?o e Jos? Pereira da Cunha.
FORMA??O ADMINISTRATIVA- A 12 de janeiro de 1839,sob a presid?ncia do Primeiro juiz de Paz, Francisco da Silva Teles,sendo Preimeiro Escriv?o de Paz Jos? Manoel de Moura Leite, realizou-se a primeira audi?ncia do Juiz de Paz. A 12 de outubro de 1871, pela Lei provincial n?mero 1 858, foi criado o distrito, com a denomina??o de Santa Rita da Extrema, o sendo munic?pio, com a mesma denomina??o e territ?rio desmembrado do de Jaguari (mais tarde Camanducaia), pela Lei estadual n.? 319, de 16 de setembro de 1901. A instala??o deu-se a 1? de janeiro de 1902. Em 1911, a Divis?o Administrativa do Brasil apresenta o munic?pio de Santa Rita da Extrema composto por um s? distrito, o de sua sede. Pela Lei estadual n.? 663, de l8 de setembro de 1915, tanto o munic?pio como seu distrito ?nico tiveram sua denomina??o simplificada para "Extrema". No entanto, no Recenseamento Geral de 1950, ainda aparece o antigo nome. A Lei estadual n? 893, de 10 de setembro de 1925, elevou ? categoria de cidade a sede do munic?pio de Extrema, que, na Divis?o Administrativa Brasileira de 1933, continua figurando com um s? distrito, o da sede. J? nas divis?es de 1937 e 1938, o munic?pio aparece com dois distritos: o de Extrema, a sede, e o de S?o Jos? de Toledo.
Com essa constitui??o - dois distritos - o munic?pio permaneceu atrav?s das divis?es e quadros territoriais fixados pelo Decreto-lei estadual n.? 148, de 17 de dezembro de 1938 (vig?ncia no quinqu?nio 1939-1943) e no quadro pr?-fixado para o quinqu?nio 1944-1948, pelo Decreto-lei estadual de n.?1 058, de 31 de dezembro de 1953, a essa altura, com a simplifica??o dom top?nimo S?o Jos? de Toledo para "Toledo". Pelo Decreto-lei estadual n.? 1 039,
de 12 de dezembro de 1953, o munic?pio voltou a constar de um s? distrito, o da sede,visto o desmembramento do distrito de Toledo.

FORMA??O JUDICI?RIA - As divis?es territoriais de 31 de dezembro de 1936 e 31 de dezembro de 1937 como tamb?m o quadro anexo ao Decreto-lei estadual n.? 88, de 30 de mar?o de 1938 d?o o munic?pio de Extrema subordinado ao t?rmo e ? comarca de Camanducaia. Pelo disposto no Decreto-lei estadual n.? 148, de 17 de dezembro de 1938, que fixou o quadro territorial para o quinqu?nio 1939-1943, o munic?pio de Extrema passou a constituir o novo T?rmo dessa designa??o, jurisdicionado ? Comarca de Camanducaia. Tal situa??o figura no mencionado quadro territorial e tamb?m no vigente em 1944-1948, estabelecido pelo Decreto-lei estadual n.?1 058, de 31 de dezembro de 1943. Pelo Decreto-lei estadual n.? 2 094, expedido em 8 de outubro de 1948, foi criada a comarca de Extrema, instalada em l5 de novembro de 1949.

Separamos alguns produtos para você