Aproveite o frete grátis

Botas Texanas em Floriano / Piauí

Botas Texanas em Floriano / Piauí

Buscando botas texanas femininas e masculinas em Floriano - Piauí?

Acabou de encontrar! Aooo brutos e brutas de Floriano!



Nós da 7MBoots sabemos que Floriano - Piauí  é repleta de gente bonita e alegre, eventos sertanejos, e por isso, gostaríamos de oferecer a vocês aquela dica de amigo do peito.

Vocês sabiam que um calçado confortável pode diminuir o estresse corporal, agregar bem-estar e até mesmo, melhorar o seu humor?

Pois é, ter comodidade nos pés faz toda a diferença. E quando todo o conforto se une com beleza, design e elegância indescritível?

Não é maravilhoso? Com as texanas da 7MBoots, isso é possível!

Quem já conhece nossos produtos sabe de toda a qualidade e durabilidade de cada um deles, e quem não conhece, precisa conhecer, afinal, só a 7MBoots oferece uma variedade incrível de botas texanas masculinas, femininas e infantis que agradam a todos os gostos e não decepcionam nos quesitos resistência e durabilidade.

No site da 7MBoots, você cowboy ou cowgirl, encontra botas texanas de bico quadrado, de bico redondo, além de modelos escamados, fabricados a partir de couro réplica de avestruz, com aplicações de bandeiras de países e muito mais!

Todos os nossos pares são fabricados em couro legítimo de maneira artesanal, para garantir a vocês a sensação de um calce perfeito, que proporciona flexibilidade única e bem-estar incomparável.

Corra já para o site e garanta a sua bota texana 7MBoots!

Nós garantimos uma entrega rápida e segura em Floriano, e em casos de trocas, não há motivos para preocupação, afinal, o nosso procedimento é bastante simples.

Escolha já a sua texana, e receba, na comodidade do seu lar, a sua mais nova companheira de aventuras.


Conheça um pouco mais sobre  Floriano Piauí:

Gent?lico: florianense

Hist?rico

O processo hist?rico de ocupa??o urbana de Floriano foi lento, vindo a acelerar-se de forma mais significativa apenas no s?culo XX. Conformou-se em uma ocupa??o centr?fuga (tendo como centro a sede do Estabelecimento Rural S?o Pedro de Alc?ntara, na beira-rio) e relacionando-se tamb?m com dois processos hist?ricos distintos, vinculados ?s modalidades de transporte fluvial e rodovi?ria. O primeiro formatou o s?tio nas proximidades do porto e o segundo vem orientando a ocupa??o em fun??o das grandes rodovias presentes na ?rea urbana.
O marco fundante para a ocupa??o do espa?o onde hoje se encontra a cidade de Floriano foi a cria??o do Estabelecimento Rural S?o Pedro de Alc?ntara, em 1873. Anteriormente ? cria??o do Estabelecimento, todo o territ?rio fazia parte das chamadas Fazendas Nacionais, pertencentes ao patrim?nio da Coroa Portuguesa, terras que, anteriormente, tinham pertencido ? sesmaria de Domingos Afonso Mafrense, criada em 1676. Uma hist?ria que remonta ao s?culo XVII e ao ciclo do gado.
O Estabelecimento Rural S?o Pedro de Alc?ntara foi criado para ser uma col?nia de propriedade do Governo Imperial. Foi projeto do agr?nomo Francisco Parentes, que conseguiu, em 1873, sua indica??o para fundar e administrar o Estabelecimento pelo prazo de 15 anos.
O car?ter rural do territ?rio ocupado pelo Estabelecimento, contudo, s? se modificou em finais da d?cada de 80 do s?culo XIX, quando foi liberada, para particulares, uma ?rea ? beira do Rio Parna?ba. Vieram, ent?o, ocupar o local pessoas de outras localidades. Com a chegada destes novos habitantes, o lugar ocupado por eles foi-se desenvolvendo, espraiando-se em ruas executadas segundo tra?ado planejado em Teresina, a pedido do Minist?rio da Agricultura. Estabelecia-se, assim, o n?cleo urbano primitivo da futura Floriano, nas proximidades da hoje Igreja Matriz.
Em 1890, o povoado-sede do Estabelecimento foi elevado ? condi??o de vila e, em 1897 a Vila da Col?nia ? categoria de cidade, com o nome de Cidade Floriano.
Em 1915, foi projetada a estrada de rodagem Floriano-Oeiras, que interligou as localidades interioranas com Floriano, garantindo a comunica??o, por meio do Parna?ba, com o norte do Estado. Floriano era, ent?o, importante porto de embarque e desembarque de passageiros e mercadorias.
Tendo em vista a sua posi??o geogr?fica, Floriano passou a ser ponto de converg?ncia do com?rcio do sul do Estado do Piau?, atraindo importantes trocas comerciais com outros Estados. Nesse contexto de moderniza??o da cidade e de consolida??o de seu car?ter comercial, vale ressaltar a import?ncia do rio Parna?ba e do transporte fluvial. O transporte fluvial feito pelos Vapores existia na regi?o desde fins do s?culo XIX e foi continuado com os chamados Motores at? a d?cada de 60 do s?culo XX.
Na d?cada de 20 do s?culo passado, importantes moderniza??es aconteceram na cidade. Em 1924 foi inaugurada uma usina para garantir o provimento de energia el?trica. De 1929 a 1930 foi constru?da a estrada carro??vel ligando Floriano a Itaueira, funcionando como importante escoadouro da produ??o agr?cola daquela regi?o. Nesse mesmo per?odo foram realizadas obras de embelezamento da cidade. Foi feita, por exemplo, arboriza??o com mudas de ficus-benjamim.
Em 1933 foi realizado o primeiro cal?amento em Floriano, em toda a extens?o da Avenida Jo?o Luiz Ferreira e parte da Pra?a Jo?o Pessoa (Sebasti?o Martins), objetivando facilitar o trabalho das carro?as que demandavam a beira do rio em busca de mercadorias destinadas ?s casas comerciais da cidade.
Apenas em 1959 ocorreu a implanta??o dos primeiros servi?os de telefonia e de abastecimento de ?gua da cidade. Nesse mesmo ano foi constru?do o aeroporto Cangapara.
Contudo, definitivos para a atual configura??o urbana foram os anos a partir da d?cada de setenta, quando foram criados novos bairros e ruas, que ampliaram os limites de Floriano. Foram realizados o anel vi?rio a eletrifica??o e urbaniza??o do bairro Taboca a abertura de ruas no planalto Samba?ba, dando origem ao hoje chamado bairro Samba?ba Nova a doa??o de terrenos para a constru??o dos conjuntos habitacionais Hermes Pacheco e Para?so a abertura de ruas como a Jos? Nogueira, Anfil?fio Melo, Joaquina Freitas, Veras de Holanda e Jo?o Pereira, a oeste da zona urbana, em lugares at? ent?o ocupados por vacarias, olarias e terrenos com plantio para pasto e a abertura de ruas no bairro Cancela. Em fun??o dessas mudan?as intensificou-se a expans?o em dire??o ao anel, em alguns pontos atravessando-o, alcan?ando bairros como Irapu? I e Irapu? II.
Os contornos atuais de Floriano expandem-se para al?m do anel vi?rio criado na d?cada de 70, mas ainda se atrelam a ele, margeando-o. Mesmo havendo ainda hoje grande n?mero de lotes vazios nos bairros centrais da cidade, existe na Prefeitura diretriz para a cria??o de um novo anel vi?rio, o qual atravessar? os bairros mais perif?ricos da atual zona urbana.

Forma??o Administrativa

Elevado ? categoria de munic?pio e distrito, com a denomina??o de Manga, pela Resolu??o Provincial Estadual n.? 543, de 20-07-1864. Sede na povoa??o de Manga. Instalado em 08-09-1867.
Pela Resolu??o Estadual n.? 2, de 19-06-1890, a sede da vila de Manga ? transferida para a povoa??o de Col?nia de S?o Pedro de Alc?ntara, com a denomina??o de Col?nia. Pela mesma Lei ? criado o distrito de Col?nia.
Pela Lei Estadual n.? 67, de 25-09-1895, ? extinto a vila de Col?nia e anexada ao munic?pio de Jeromenha.
Elevado novamente ? categoria de munic?pio com a denomina??o de Col?nia, pela Lei n.? 93, de 18-06-1896, ? desmembrado de Jeromenha. Sede na antiga vila de Col?nia. Constitu?do do distrito sede. Reinstalado em 13-08-1896.
Foi elevado ? condi??o de cidade com a denomina??o de Floriano, pela Lei Estadual n.? 144, de 08-07-1897.
Em divis?o administrativa referente ao ano de 1911 o munic?pio ? constitu?do do distrito sede. Assim permanecendo em divis?es territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
No quadro fixado para vigorar no per?odo de 1944 a 1948 o munic?pio ? constitu?do do distrito sede. Em divis?o territorial datada de 1-VII-1960, o munic?pio ? constitu?do do distrito sede. Assim permanecendo em divis?o territorial datada de 2014.

Separamos alguns produtos para você