Aproveite o frete grátis

Botas Texanas em Foz do Iguaçu / Paraná

Botas Texanas em Foz do Iguaçu / Paraná

Buscando botas texanas femininas e masculinas em Foz do Iguaçu - Paraná?

Acabou de encontrar! Aooo brutos e brutas de Foz do Iguaçu!



Nós da 7MBoots sabemos que Foz do Iguaçu - Paraná  é repleta de gente bonita e alegre, eventos sertanejos, e por isso, gostaríamos de oferecer a vocês aquela dica de amigo do peito.

Vocês sabiam que um calçado confortável pode diminuir o estresse corporal, agregar bem-estar e até mesmo, melhorar o seu humor?

Pois é, ter comodidade nos pés faz toda a diferença. E quando todo o conforto se une com beleza, design e elegância indescritível?

Não é maravilhoso? Com as texanas da 7MBoots, isso é possível!

Quem já conhece nossos produtos sabe de toda a qualidade e durabilidade de cada um deles, e quem não conhece, precisa conhecer, afinal, só a 7MBoots oferece uma variedade incrível de botas texanas masculinas, femininas e infantis que agradam a todos os gostos e não decepcionam nos quesitos resistência e durabilidade.

No site da 7MBoots, você cowboy ou cowgirl, encontra botas texanas de bico quadrado, de bico redondo, além de modelos escamados, fabricados a partir de couro réplica de avestruz, com aplicações de bandeiras de países e muito mais!

Todos os nossos pares são fabricados em couro legítimo de maneira artesanal, para garantir a vocês a sensação de um calce perfeito, que proporciona flexibilidade única e bem-estar incomparável.

Corra já para o site e garanta a sua bota texana 7MBoots!

Nós garantimos uma entrega rápida e segura em Foz do Iguaçu, e em casos de trocas, não há motivos para preocupação, afinal, o nosso procedimento é bastante simples.

Escolha já a sua texana, e receba, na comodidade do seu lar, a sua mais nova companheira de aventuras.


Conheça um pouco mais sobre  Foz do Iguaçu Paraná:

Gentílico: iguaçuense

Histórico

Pesquisas arqueológicas realizadas pela Universidade Federal do Paraná no espaço brasileiro do reservatório de Itaipu, antes de sua formação, situaram em 6.000 a.C. os vestígios da mais remota presença humana na região; vários grupos humanos sucederam-se ao longo dos séculos. Os últimos que precederam os europeus (espanhóis e portugueses) foram os índios.
Em 1542, o espanhol Álvar Nuñez Cabeza de Vaca chegou ao rio Iguaçu e por ele seguiu guiado por índios Cainganges, atingindo as Cataratas e ficando o registro de que foi o "descobridor" das quedas.
Em 1881, Foz do Iguaçu recebeu seus dois primeiros habitantes, o brasileiro Pedro Martins da Silva e o espanhol Manuel Gonzáles. Pouco depois chegaram os irmãos Goycochéa, que começaram a explorar a erva-mate. Oito anos após, foi fundada a colônia militar na fronteira - marco do início da ocupação efetiva do lugar por brasileiros e do que viria a ser o município de Foz do Iguaçu.
Em 22 de novembro de 1889, o Tenente Antonio Batista da Costa Júnior e o Sargento José Maria de Brito fundaram a Colônia Militar, que tinha competência para distribuir terrenos a colonos interessados.
Nos primeiros anos do século XX, a população de Foz do Iguaçu chegou a aproximadamente 2.000 pessoas e o vilarejo dispunha de uma hospedaria, quatro mercearias, um rústico quartel militar, mesa de rendas e estação telegráfica, engenhos de açúcar e cachaça e uma agricultura de subsistência.
Em 1910, a Colônia Militar passou à condição de "Vila Iguassu", distrito do município de Guarapuava. Dois anos depois, o Ministro da Guerra emancipou a Colônia, tornando-a um povoamento civil entregue aos cuidados do governo do Paraná, que criou então a Coletoria Estadual da Vila.
Em 14 de março de 1914, pela Lei 1383, foi criado o município de Vila Iguaçu, instalado efetivamente no dia 10 de junho do mesmo ano, com a posse do primeiro prefeito, Jorge Schimmelpfeng, e da primeira Câmara de Vereadores.
A história do Parque Nacional começa no ano de 1916, com a passagem por Foz do Iguaçu de Alberto Santos Dumont, o "Pai da Aviação", seu legítimo "fundador". Aquela área pertencia ao uruguaio Jesus Val. Santos Dumont intercedeu junto ao Presidente do Estado do Paraná, Affonso Alves de Camargo, para que fosse desapropriada e tornada patrimônio público, sendo declarada de utilidade pública no mesmo ano. Em 1939 foi criado o Parque Nacional do Iguaçu.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Iguassu, pela Lei Estadual n.º 971, de 09-04-1910, subordinado ao município de Guarapuava.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Iguassu figura no município de Guarapuava.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Iguassu, pela Lei Estadual n.º 1.383, de 14-03-1914, desmembrado de Guarapuava. Sede da antiga colônia de Foz de Iguassu. Constituído do distrito sede. Instalado em 10-06-1914.
Elevado à condição de cidade, com a denominação de Foz do Iguaçu, pela Lei Estadual n.º 1.658, de 03-03-1917.
Nos quadros de apuração do recenseamento geral de I-IX-1920, o município é constituído de 3 distritos. Foz do Iguassu, Artaza e Guaíra.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído do distrito sede.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído de 2 distritos: Foz do Iguaçu e Guaíra.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 7.573, de 20-10-1938, o distrito de Guaíra foi extinto, sendo seu território anexado ao distrito sede do município de Foz do Iguaçu. Sob a mesma lei é criado o distrito de Cascavel.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 2 distritos: Foz do Iguaçu e Cascavel.
Pelo ato das Disposições Constitucionais Transitórias promulgada em 18-09-1946 (art. 8º), foi extinto o território do Iguaçu, sendo que pelo Decreto-lei Estadual n.º 533, de 21-11-1946, foram restabelecidos o município e comarca de Foz do Iguaçu nêsse Estado.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 2 distritos: Foz do Iguaçu e Cascavel.
Pela Lei Estadual n.º 790, de 14-11-1951, desmembra do município Foz do Iguaçu o distrito de Cascavel. Elevado à categoria de município.
Pela Lei Municipal n.º 99, de 31-07-1953, foram criados os distritos de Gaúcha (ex-povoado de São Miguel do Iguaçu), Matelândia e Medianeira, todos anexados ao município de Foz do Iguaçu.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 4 distritos: Foz do Iguaçu, Gaúcha, Matelândia e Medianeria.
Pela Lei Municipal n.º 230, de 29-10-1959, foram criados os distritos de Céu Azul e Santa Terezinha e anexados ao município de Foz do Iguaçu.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 6 distritos: Foz do Iguaçu, Céu Azul, Gaúcha, Matelândia, Medianeira e Santa Terezinha.
Pela Lei Estadual n.º 4.245, de 25-07-1960, desmembra do município de Foz do Iguaçu, os distritos de Matelândia e Medianeira, elevando-os à categoria de município. Pela mesma lei acima citada, desmembra o distrito de Céu Azul, para constituir o novo município de Matelândia.
Pela Lei Estadual n.º 4.338, de 25-01-1961, desmembra do município de Foz do Iguaçu, o distrito de São Miguel do Iguaçu (ex-Gaúcha). Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 31-12-1963, o município é constituído de 3 distritos: Foz do Iguaçu, Céu Azul e Santa Terezinha.
Pela Lei Municipal n.º 431, de 01-01-1965, é criado o distrito de Alvorada do Iguaçu e anexado ao município de Foz de Iguaçu.
Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 3 distritos: Foz de Iguaçu, Alvorada de Iguaçu e Santa Terezinha.
Pela Lei Estadual n.º 7572, de 03-05-1982, desmembra do município de Foz de Iguaçu o distrito de Santa Terezinha. Elevado à categoria do município com a denominação de Santa Terezinha de Itaipu.
Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído de 2 distritos: Foz de Iguaçu e Alvorada de Iguaçu.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Separamos alguns produtos para você