Aproveite o frete grátis

Botas Texanas em Milagres / Ceará

Botas Texanas em Milagres / Ceará

Buscando botas texanas femininas e masculinas em Milagres - Ceará?

Acabou de encontrar! Aooo brutos e brutas de Milagres!



Nós da 7MBoots sabemos que Milagres - Ceará  é repleta de gente bonita e alegre, eventos sertanejos, e por isso, gostaríamos de oferecer a vocês aquela dica de amigo do peito.

Vocês sabiam que um calçado confortável pode diminuir o estresse corporal, agregar bem-estar e até mesmo, melhorar o seu humor?

Pois é, ter comodidade nos pés faz toda a diferença. E quando todo o conforto se une com beleza, design e elegância indescritível?

Não é maravilhoso? Com as texanas da 7MBoots, isso é possível!

Quem já conhece nossos produtos sabe de toda a qualidade e durabilidade de cada um deles, e quem não conhece, precisa conhecer, afinal, só a 7MBoots oferece uma variedade incrível de botas texanas masculinas, femininas e infantis que agradam a todos os gostos e não decepcionam nos quesitos resistência e durabilidade.

No site da 7MBoots, você cowboy ou cowgirl, encontra botas texanas de bico quadrado, de bico redondo, além de modelos escamados, fabricados a partir de couro réplica de avestruz, com aplicações de bandeiras de países e muito mais!

Todos os nossos pares são fabricados em couro legítimo de maneira artesanal, para garantir a vocês a sensação de um calce perfeito, que proporciona flexibilidade única e bem-estar incomparável.

Corra já para o site e garanta a sua bota texana 7MBoots!

Nós garantimos uma entrega rápida e segura em Milagres, e em casos de trocas, não há motivos para preocupação, afinal, o nosso procedimento é bastante simples.

Escolha já a sua texana, e receba, na comodidade do seu lar, a sua mais nova companheira de aventuras.


Conheça um pouco mais sobre  Milagres Ceará:

Gentílico: milagrense

Histórico

Milagres Ceará - CE

Histórico
Havia às margens do Riacho dos Porcos, meados do século XVIII, um sítio denominado Pilar, onde os conquistadores brancos se instalaram. Relata Antônio Bezerra que tendo ?ali aparecido um senhor Sousa Presa, com outros companheiros, foram acompanhados pelos tapuias e logo devorados, sendo dito Preservado para outra ocasião em vista da sua magreza. Partindo os mesmos tapuias para uma caçada, deixaram Presa, convenientemente amarrado, aos cuidados de uma índia , a quem fizeram as mais enérgicas recomendações. Sós, por sinais, se entenderam, e a índia, moça e formosa, comovendo-se da sorte do seu prisioneiro jovem e elegante também, deu-lhe a liberdade e fugiram do lugar. Presa, em hora extrema agonia, havia feito promessa de, se escapasse, erigir uma igreja a Nossa Senhora dos Milagres e, assim, desaparecidos os tapuias daquelas paragens, volta ao lugar e em 1760 fundou a igreja que tem hoje a invocação daquela Senhora?.
Esta versão de caráter lendário é contestada pelo próprio Antônio Bezerra, baseado em documentos extraídos de Sá de Olinda, relativos a igrejas e capelas, nos quais verificou que ?a referida igreja fora erigida em 1735 pelo capitão Bento Correia de Lima e por escritura de 16 de agosto de 1746 seus filhos Sebastião Bento Correia de Lima e José Correia de Lima doaram à mesma igreja dez braças de terras para cada parte da dita igreja e, juntamente, lugar para a casa do capelão que a houvesse de assistir?.
Criada a freguesia do Cariri, sob a invocação de Nossa Senhora da Luz, separada do Curato de Icó, por provisão de 28 de janeiro de 1748, a igreja de Nossa Senhora dos Milagres serviu-lhe de matriz, tendo como cura o Padre Bernardo Luiz da Cunha.
Há uma provisão de 8 de fevereiro de 1748, a visitador Manuel Machado Freire - afirma o Barão de Studart - ?condenado que os habitantes do Riacho dos Porcos, freguesia de Nossa Senhora da Luz, reedifiquem de pedra a capela de Nossa Senhora dos Milagres, no sítio Pilar, que por ser muito antiga e feita de barro estava arrruinada?. A matriz passou para Santo Antônio dos Cariris Novos, atualmente Missão Nova, de que era cura o padre Gonçalo Coelho de Lemos.
Gentílico: milagrense

Formação Administrativa
Distrito criado com a denominação de Milagres, pela Resolução Régia de 01-04-1813, e ato provincial de 18-03-1842, e por lei provincial nº 263, de 03-12-1842. subordinado ao município de Crato.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Milagre, pela lei provincial nº 374, de 1708-1846, desmembrado de Crato. Sede no núcleo de Milagres. Instalado em
Pela ato provincial de 27-03-1873, é criado o distrito de São Pedro e anexado ao município de Milagres.
Elevado a condição de cidade, com a denominação de Milagres, pelo decreto estadual nº 31, de 25-07-1890.
Pela lei nº 257, de 20-09-1895, o município de Milagres adquiriu a extitnta vila de Mauriti, como simples distrito.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município aparece constituído de 4 distritos: Milagres, Cuncas, São Pedro e Mauriti.
Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de I-IX-1920, o município é constituído de 5 distrtios: Milagres, Cuncas, Mauriti, Santa Cruz e São Pedro.
Pela lei estadual nº 2211, de 28-10-1924, desmembra do município de Milagres o distrito de Mauriti. Elevado à categoria de município.
Pela lei estadual nº 2634, de 06-10-1928, desmembra do município de Milagres o distrito de Mauriti. Elevado novamente à categoria de município.
Pelo decreto estadual nº 1156, de 04-12-1933, desmembra do município de Milagres os distritos de Mauriti e Santa Cruz. Para formar o novo município de Mauriti. Sob o mesmo decreto acima citado, é criado o distrito de Rosário e anexado ao município de Milagres.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 4 distritos: Milagres, Cuncas, Rosário e São Pedro.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 31-XII-1936.
Pelo decreto estadual nº 378, de 20-10-1937, é criado o distrito de Barro e anexado ao
município de Milagres. Em divisão territorial datada de 31-XII-1937, o município é constituído de 5 distritos: Milagres, Barro, Cuncas, Rosário e São Pedro. Pelo decreto-lei estadual nº 448, de 20-12-1938, o distrito de São Pedro passou a denominar-se Pedro Segundo e o distrito de Rosário a denominar-se Podimirim. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 5 distritos: Milagres, Barro, Cuncas, Pedro Segundo ex-São Pedro e Podimirim ex-Rosário. Pelo decreto-lei estadual nº 1114, de 30-12-1943, o distrito de Pedro Segundo passou a denominar-se Abaiara. No quadro fixado para vigorar o período de 1944-1948, o município é constituído de 5 distritos: Milagres, Abaiara ex-Pedro Segundo, Barro, Cunca e Podimirim. Pela lei estadual nº 1153, de 22-11-1951, desmembra de Milagres os distritos de Barro e Cuncas. Para formar o novo município de Barro. Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 3 distritos: Milagres, Abaiara e Podimirim. Pela lei estadual nº 3921, de 25-11-1957, desmembra de Milagres o distrito de Abaiara. Elevado à categoria de município. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Milagres e Podimirim. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Separamos alguns produtos para você