Aproveite o frete grátis

Botas Texanas em Miracatu / São Paulo

Botas Texanas em Miracatu / São Paulo

Buscando botas texanas femininas e masculinas em Miracatu - São Paulo?

Acabou de encontrar! Aooo brutos e brutas de Miracatu!



Nós da 7MBoots sabemos que Miracatu - São Paulo  é repleta de gente bonita e alegre, eventos sertanejos, e por isso, gostaríamos de oferecer a vocês aquela dica de amigo do peito.

Vocês sabiam que um calçado confortável pode diminuir o estresse corporal, agregar bem-estar e até mesmo, melhorar o seu humor?

Pois é, ter comodidade nos pés faz toda a diferença. E quando todo o conforto se une com beleza, design e elegância indescritível?

Não é maravilhoso? Com as texanas da 7MBoots, isso é possível!

Quem já conhece nossos produtos sabe de toda a qualidade e durabilidade de cada um deles, e quem não conhece, precisa conhecer, afinal, só a 7MBoots oferece uma variedade incrível de botas texanas masculinas, femininas e infantis que agradam a todos os gostos e não decepcionam nos quesitos resistência e durabilidade.

No site da 7MBoots, você cowboy ou cowgirl, encontra botas texanas de bico quadrado, de bico redondo, além de modelos escamados, fabricados a partir de couro réplica de avestruz, com aplicações de bandeiras de países e muito mais!

Todos os nossos pares são fabricados em couro legítimo de maneira artesanal, para garantir a vocês a sensação de um calce perfeito, que proporciona flexibilidade única e bem-estar incomparável.

Corra já para o site e garanta a sua bota texana 7MBoots!

Nós garantimos uma entrega rápida e segura em Miracatu, e em casos de trocas, não há motivos para preocupação, afinal, o nosso procedimento é bastante simples.

Escolha já a sua texana, e receba, na comodidade do seu lar, a sua mais nova companheira de aventuras.


Conheça um pouco mais sobre  Miracatu São Paulo:

Gentílico: miracatuense

Histórico

MIRACATU SÃO PAULO
HISTÓRICO
O imigrante francês Pedro Laragnoit adquiriu as terras marginais do Rio São Lourenço, onde construiu uma barragem - o ?tanque?- para movimentar o engenho de arroz ali montado. Iniciou as primeiras plantações e, mais tarde, a criação de gado. A fazenda passou a ser conhecida com o nome de Prainha, devido a uma pequena praia nele existente, onde os canoeiros paravam para descanso.
Com o progresso da Fazenda Prainha, outros fazendeiros chegaram à região, levando a família Laragnoit, auxiliada por José Antônio da Silva, João Mendes de Almeida e o Cônego Scipião Goulart Ferreira Junqueira, a fundar uma povoação, que teve início com a construção da capela de Nossa Senhora das Dores.
A rizicultura era a base econômica da região quando, em 1914, foi inaugurada a Estrada de Ferro Sorocabana - ramal Santos- Juquiá. Até então, todo comércio era realizado por via fluvial, através de Iguape. Nessa época começaram a chegar grandes levas de imigrantes japoneses, que deram continuidade à rizicultura e iniciaram a bananicultura, colocando Miracatu entre os principais centros exportadores de banana.
A denominação Miracatu, que na linguagem indígena significa ?gente boa?, foi adotada em 1944, por ter desaparecido a ?prainha? que originou o antigo nome, e também por existir, no norte do País, outra cidade com a mesma denominação.

GENTÍLICOS: MIRACATUENSE
FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA
Distrito criado com a denominação de Prainha, por Lei nº 35, de 06 de abril de 1872, no Município de Iguape.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, figura no Município de Iguape o Distrito de Prainha.
Assim permanecendo em divisão administrativa referente ao ano de 1933.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, Prainha e Distrito apenas judiciário e pertence ao Município de Iguape.
No quadro anexo ao Decreto-lei Estadual no 9073, de 312 de março de 1938, o Distrito de Prainha figura igualmente no Município de Iguape.
Elevado a categoria de município com a denominação de Prainha, por Decreto-lei Estadual nº 9775, de 30 de novembro de 1938, desmembrado de Iguape. Constituído de 3 Distritos: Miracatu, Juguiá e Pedro de Toledo. Sua instalação verificou-se no dia 01 de janeiro de 1939.
Antigos Município e Distrito de Prainha, e que pelo Decreto-lei Estadual nº 14334, de 30 de novembro de 1944, passaram a denominar-se Miracatu. Por efeito deste mesmo Decreto-lei, o Município de Miracatu foi transferido da comarca de Iguape para o de Santos.
Em 1945-1948, quadro territorial que foi fixado, pelo referido Decreto-lei nº 14334, o Município de Miracatu é constituído de 4 Distritos: Miracatu, Juquiá, Pedro de Toledo e Tupiniquins, e pertence ao termo e comarca de Santos.
Lei Estadual nº 233, de 24 de dezembro de 1948, desmembra do Município de Miracatu os Distritos de Juquiá e Pedro de Toledo.
Aparece no quadro fixado pela Lei Estadual nº 233, de 24-XII-1948, para vigorar em 1949-1953, composto dos Distritos de Miracatu e Tupiniquins, comarca de Santos e no fixado pela Lei nº 2456, de 30-XII-1953, para 1954-1958, dos Distritos de Miracatu e Pedro Barros, na mesma comarca de Santos.
Lei Estadual nº 2456, de 30 de dezembro de 1953, o Distrito de Tupiniquins passou a denominar-se Pedro Barros.
Em divisão territorial datada de 01-VII-1960, o Município de Miracatu é constituído de 2 Distritos: Miracatu e Pedro Barros.
Lei Estadual nº 3198 de 23 de dezembro de 1981, cria o Distrito de Santa Rita do Ribeira e incorpora ao Município de Miracatu.
Lei Estadual nº 4954, de 27 de dezembro de 1985, cria o Distrito de Oliveira Barros e incorpora ao Município de Miracatu.
Em divisão territorial datada de 01-VI-1995, o Município de Miracatu é constituído de 4 Distritos, Miracatu, Oliveira Barros, Pedro Barros e Santa Rita do Ribeira.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1999.

ALTERAÇÕES TOPONÍMICAS MUNICIPAIS
Prainha para Miracatu, teve sua denominação alterada por força do Decreto-Lei Estadual no 14334 de 30 de novembro de 1944.

Separamos alguns produtos para você