Aproveite o frete grátis

Botas Texanas em Monte Belo do Sul / Rio Grande do Sul

Botas Texanas em Monte Belo do Sul / Rio Grande do Sul

Buscando botas texanas femininas e masculinas em Monte Belo do Sul - Rio Grande do Sul?

Acabou de encontrar! Aooo brutos e brutas de Monte Belo do Sul!



Nós da 7MBoots sabemos que Monte Belo do Sul - Rio Grande do Sul  é repleta de gente bonita e alegre, eventos sertanejos, e por isso, gostaríamos de oferecer a vocês aquela dica de amigo do peito.

Vocês sabiam que um calçado confortável pode diminuir o estresse corporal, agregar bem-estar e até mesmo, melhorar o seu humor?

Pois é, ter comodidade nos pés faz toda a diferença. E quando todo o conforto se une com beleza, design e elegância indescritível?

Não é maravilhoso? Com as texanas da 7MBoots, isso é possível!

Quem já conhece nossos produtos sabe de toda a qualidade e durabilidade de cada um deles, e quem não conhece, precisa conhecer, afinal, só a 7MBoots oferece uma variedade incrível de botas texanas masculinas, femininas e infantis que agradam a todos os gostos e não decepcionam nos quesitos resistência e durabilidade.

No site da 7MBoots, você cowboy ou cowgirl, encontra botas texanas de bico quadrado, de bico redondo, além de modelos escamados, fabricados a partir de couro réplica de avestruz, com aplicações de bandeiras de países e muito mais!

Todos os nossos pares são fabricados em couro legítimo de maneira artesanal, para garantir a vocês a sensação de um calce perfeito, que proporciona flexibilidade única e bem-estar incomparável.

Corra já para o site e garanta a sua bota texana 7MBoots!

Nós garantimos uma entrega rápida e segura em Monte Belo do Sul, e em casos de trocas, não há motivos para preocupação, afinal, o nosso procedimento é bastante simples.

Escolha já a sua texana, e receba, na comodidade do seu lar, a sua mais nova companheira de aventuras.


Conheça um pouco mais sobre  Monte Belo do Sul Rio Grande do Sul:

Gentílico: monte-belense

Histórico

MONTE BELO DO SUL
História, dados culturais e atrativos turísticos

Monte Belo do Sul é um município emancipado pela Lei 9.564 de 20 de março de 1992, parte integrante da Colônia Dona Isabel, criada a 24 de maio de 1870. Encontra-se a 618 m. acima do nível do mar com uma área de 70 km². Tem por limites:
Ao Norte: Cotiporã
Ao Sul e Leste: Bento Gonçalves
Ao Oeste: Santa Tereza
Tem uma população de 2872 habitantes.
A comunidade foi colonizada por imigrantes italianos a partir de 1877 provenientes de Udine, Mantova, Cremona, Veneza, Vicenza, Treviso, Bérgamo, Modena, Beluno... A localidade foi colonizada 100% imigrantes italianos num total de 416 famílias.
Em 1900 Monte Belo foi elevada a categoria de Vila e Distrito e ao longo do tempo teve as seguintes denominações: Linha Zamith (possivelmente um nome relacionado ao francês em decorrência dos padres Capuchinhos que por primeiro atenderam a nossa Paróquia).
De 1898 a 1945 denominou-se Montebello (possivelmente em função da localização geográfica da sede do então distrito ou também pela batalha que travou-se no Norte da Itália); de 1945 a 1949 denominou-se Caturetã que em linguagem indígena quer dizer Povoado Bonito; de 1949 a 1992 denominou-se Monte Belo e a partir de 20 de março de 1992 denominou-se Monte Belo do Sul.
[...]
Na sede do município de Monte Belo do Sul encontra-se a Igreja Matriz, Paróquia São Francisco de Assis, padroeiro do Município. Foi criada em 12 de fevereiro de 1889.
Por esta paróquia, passaram vários padres mas o que permaneceu maior tempo foi o Pe. José Ferlin (36 anos de paroquiato)
 
RELIGIÃO: Os sinos da Igreja foram adquiridos em Padova no ano de 1920 e são denominados: Belina, Becker e Scalabrina.
[...]

De longe dá para ver Monte Belo do Sul. Atravessando o Vale dos Vinhedos, ainda em Bento Gonçalves, já é possível avistar o pequeno município.
No alto, um par de torres com 65 metros de altura, da igreja, se encarrega de sinalizar ao forasteiro que a cidade está próxima.
As torres imponentes e todo o prédio da Igreja São Francisco de Assis, construída na década de 60, destoam das casas modestas, que nunca passam de dois andares.
As estradas que levam ao interior do município passam por dezenas de capitéis invariavelmente enfeitados com flores frescas e por capelas bem-cuidadas. Quem olhar atentamente pode perceber no altar dessas igrejinhas alguma estátua de madeira, quase oculta entre imagens de gesso. São obras de artistas anônimos, possivelmente agricultores que aproveitavam as horas de descanso para manifestar a fé e o talento dos imigrantes.
Além das capelas e dos capitéis, a zona rural de Monte Belo reserva mais: a cultura dos camponeses ainda sobrevive em velhas máquinas de plantar milho, nos largos chapéus de palha e nos cestos de vime que desfilam sob os parreirais quando é época de colheita.
[...]
CULTURA:
O município mantém Termo de Convênio cultural, econômico e social com a cidade de Schiavon (Vicenza) ? Itália. Tem criadas legalmente 03 (três) entidades que lidam com a cultura:
Cultura Italiana: Centro de Tradições Italianas ? Presidente Atual: Álvaro Manzoni
Cultura Italiana: Associação Fratelli di Cuore: - Presidente Atual: Leonir Razador
Cultura Gaúcha: CTG Sopro do Minuano - Patrão Atual: Olides Bruschi
Tem 03(três) grupos de cantos folclóricos em atividade: Vicentino, Saluto Al Brasile e Buona Gente di San Pietro; um grupo de danças: Ballo D?Italia e um conjunto musical italiano: Ragazzi dei Monti.
As Escolas Pedro Migliorini e Roman Ross também possuem grupos de dança que estão sendo estruturados. Em andamento um grupo de teatro.
[...]

COMENTÁRIOS SOBRE AS LEIS DE INCENTIVO MUNICIPAIS

Entendemos que as Leis referidas anteriormente fazem referência à cultura municipal já que apóia grupos e entidades, bem como prevê a preservação do patrimônio histórico cultural do município. As Leis de auxílio a comunidades são um exemplo da preservação dos costumes, pois além de colaborar para a continuidade na realização das ?festas de capela? ou chamadas também ?festas do padroeiro?, em alguns casos buscam manter vivas antigas tradições como é o caso das canchas de bochas. Já outras leis embora aprovadas, não estão sendo executadas, como é o caso do ensino do turismo nas escolas ? processo que deverá ser iniciado durante o próximo ano, já que é um trabalho de construção gradativa, desde a preparação e formação dos professores à conscientização dos alunos. O Conselho Municipal do Patrimônio Histórico é outro que não está em atividade e deverá ser instalado também a partir do próximo ano. Segue em estudo e posterior votação junto à Câmara municipal de Vereadores, a criação da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo que sem dúvidas é um passo importante para o desenvolvimento de ações culturais no município.

 
HINO A MONTE BELO DO SUL 
Letra: Padre Uderico Dall?ó
Música: Frei Nicolau Lucian
Arranjos: Grupo Vicentino
 
Refrão: Monte Belo do Sul junto ao céu azul
Levanta hoje a taça espumante
Sobre a montanha como um castelo
Erguido em memória do imigrante.
 
O imigrante desbravou a história
Que festejamos neste centenário
Feito de trabalho e de esperança
Com a fé de quem reza seu rosário.
 
Refrão
 
O descendente do herói pioneiro
Fez de Monte Belo um jardim florido
Onde junto ao trigo, a soja e o milho
A parreira é um bem agradecido.
 
Refrão
Monte Belo, és a imagem forte
Na imponente igreja refletida
Enfrentando a luta com coragem
De quem deu sentido à própria vida.
 
Refrão
Tempo de Vindima, tempo de colheita
O Brasil inteiro com vinho te saúda
Orgulhosamente és ó Monte Belo
A Brasileira a Capital da Uva.
SÍMBOLOS MUNICIPAIS:
Hino Municipal
Bandeira Municipal: Tem como cores oficiais o verde, o branco e o vermelho. Compor-se-á de três panos, tendo como inspiração o formato da Bandeira do Rio Grande do Sul e as cores da Bandeira da Itália, representando:

o verde, a pujança da agricultura, as matas, a ecologia;
o branco, a fraternidade, a harmonia e mensagem de paz na comunidade;
o vermelho, simbolizando a dedicação, o amor pátrio, a audácia e a coragem;
Brasão
[...]

Separamos alguns produtos para você