Relembre os maiores hits de Zezé di Camargo e Luciano

Os dois filhos de Francisco, também conhecidos como Zezé di Camargo e Luciano, são verdadeiros reis do sertanejo tradicional.

Os dois filhos de Francisco, também conhecidos como Zezé di Camargo e Luciano, são verdadeiros reis do sertanejo tradicional. A nível de informação, a dupla, atualmente, conta com média de 130 shows por ano e mais de um milhão de álbuns vendidos.

O sonho de seu Francisco era fazer dois de seus filhos, o primogênito Mirosmar e o segundo Emival, uma dupla de sucesso. Nascidos em Capela do Rio Peixe, ambos foram incentivados pelo pai a entrar no mundo artístico.

Francisco era lavrador e, com suas economias, passou a comprar instrumentos para impulsionar a paixão pela música nos filhos. O primeiro foi uma gaita, seguido de uma sanfona e um violão. Com o passar do tempo, Mirosmar e Welson tornaram-se Camargo e Camarguinho, faziam shows em circos e rodoviárias e ganhavam pequenas quantias por isso.

O sonho do seu Francisco era claro e já tinha os protagonistas. Os cantores seriam dois de seus filhos, o primogênito Mirosmar e o segundo filho Emival. Nascidos em Capela do Rio do Peixe, distrito de Pirenópolis no interior de Goiás, os meninos foram incentivados pelo pai a entrar no mundo artístico. Alguns anos depois, mudaram-se para Goiânia, capital do Estado com o objetivo de buscar novas oportunidades. O fato foi consumado, e realmente, a dupla ganhou mais espaço e passou a se apresentar em algumas cidades do interior do país.

Tragédia

Infelizmente, um trágico acidente impediu a dupla de seguir buscando pelo sucesso. Na volta de uma viagem ao Maranhão, um acidente rodoviário matou Emival e deixou Mirosmar em coma induzido por dois dias. Na década de 70, após uma dura recuperação e três anos fora dos palcos, Mirosmar resolveu seguir a carreira artística em São Paulo.

Já na capital Paulista, ele chegou a formar uma dupla com uma amigo chamada Zezé e Zazá. Após a gravação de três álbuns, o artista, agora conhecido como Zezé, resolveu apostar na carreira solo. Contudo, as suas composições só faziam sucesso em outras vozes. Chitãozinho e Xororó, por exemplo, gravaram “Fode de mim” enquanto Leandro e Leonardo escolheram “Aconhego” e “Solidão”.

Enfim, o sucesso

Depois de tentas tentativas e frustrações, Zezé entendeu que só precisava de um companheiro certo para enfim, formar a dupla perfeita. E foi aí que seu irmão mais novo, Welson David de Camargo, mais conhecido como Luciano, veio à tona. Logo os irmãos tornaram-se Zezé di Camargo e Luciano, e em 1991, o sucesso “É o amor” estourou nas rádios brasileiras. A partir daí, o reconhecimento chegou para valer, afinal, em pouco mais de um ano, o álbum detentor do hit já havia vendido mais de um milhão de cópias.

Os maiores Hits de Zezé di Camargo e Luciano

Depois do primeiro sucesso “É o amor” os sertanejos não pararam mais de lançar hits. O segundo álbum, lançado em 1992 colocou a canção “Coração em Pedaços” nas paradas. Em 1993, veio o terceiro disco, e com ele, novos sucessos como “Saudade Bandida” e “Eu só penso em você”. No ano seguinte, um novo álbum com novos hits como “Como um anjo” e “Vem Cuidar de mim”. O 5º álbum da dupla, lançado em 1995, contou com “Pão de mel” e “Sem medo de ser feliz”. Um ano depois, as canções que marcaram época foram “Indiferença” e “Quando a gente ama demais”. De 1997 a 1999, surgiram grandes canções como Toma juízo”, “É minha vida”, “Meu coração só quer chorar”, “Cada volta é um recomeço”, “Vem ficar comigo”, “Pra não pensar em você”, “Dois corações e uma história” e “Pior é te perder”, “Será que foi saudade” e a clássica “Pare!” A década de 200 tornou a dupla mais dançante com o sucesso “Mexe que é bom” sem perder a essência romântica com “Antes de voltar pra casa”, “Dou a vida por um beijo”, “Tarde demais”. Após um prêmio do Grammy latino e outro da Academia Brasileira de Letras, a dupla sertaneja lançou, em 2003, seu 13º álbum com os sucessos músicas “Mudar a minha vida” e “Nosso amor é ouro”. O próximo CD (2005) contou com “Fera mansa”. Em 2005, foi lançado o filme “Dois Filhos de Francisco” que conta a história da dupla nas telinhas. Com estrondosa audiência, o longa foi responsável por trazer “No dia em que eu saí de casa”, de volta às paradas. Desde 1191, o sucesso nunca mais saiu das vidas dos músicos. Com o passar do tempo, a dupla continuou e compor e lançar mais e mais músicas populares para as rádios. Entre os destaques ficam O que vai ser de nós”, “Não quero te perder”, “Faça alguma coisa”, “Chega”, “Sonho de amor”, “Flores em vida” e “O defensor”.

Separamos alguns produtos para você