--- FRETE GRÁTIS ACIMA DE R$ 320 PARA TODO BRASIL! --- LIGUE GRÁTIS 0800 570 7777
Atendimento
  • 551637117807
  • contato@7mboots.com.br
  • Rastrear pedido
Minha conta



Cria, recria e engorda: descubra as diferenças entre as fases

Se você se interessa pela bovinocultura, com certeza, já ouviu falar dos termos cria, recria e engorda, que são as três fases em que essa atividade é dividida para realização do chamado “ciclo completo”. Siga com a leitura e saiba mais sobre essas etapas no artigo que a equipe da 7M Boots preparou para você. Cria, recria e engorda: descubra as diferenças entre as fases Sobretudo, a pecuária de corte é dividida em três etapas: cria, recria e engorda. Quando todas essas fases são trabalhadas em uma propriedade, se tem o chamado ciclo completo. Cada uma dessas fases apresenta um perfil produtivo e um produto final. Descubra a seguir as maiores características de cada uma das etapas:

Cria:

É focada na fertilidade de matrizes, tem maior desfrute e os bezerros são mais pesados.

Recria:

Visa o desenvolvimento dos animais. Nessa fase, ocorre a formação da estrutura e o boi é recriado em menor espaço de tempo.

Engorda:

Essa fase é caracterizada pelo aumento de peso em um curto período, e envolve a etapa da finalização da carcaça, destacada pelo boi gordo.

Especialização

Nas atividades que envolvem a criação de gados, existem criadores focados na produção de uma determinada etapa como forma de potencializar os seus lucros. Ou seja, em outras palavras, eles atendem a um ciclo produtivo específico. Esse tipo de prática, além de facilitar o manejo, ainda reduz os custos, afinal, contribui para uma gestão especializada. No geral, isso indica que alguns criadores têm como foco a criação de bezerros, outros, a venda de matrizes para melhoramento genético e outros se especializam na terminação.

Cria, recria e engorda: quais as diferenças?

Cria

Essa etapa é realizada pelas fêmeas em reprodução e pode envolver a recria de fêmeas para realização da reposição, bem como aumento do rebanho e intensificação das vendas. A etapa envolve desde a reprodução (incluindo a inseminação e a identificação da gestação) até o desenvolvimento e o desmame dos animais, que costuma ocorrer entre sete e oito meses de idade. Assim que desmamam, os machos são vendidos. As atividades inseridas na fase de Cria são focadas em garantir uma produção em maior quantidade e qualidade. Isso porque, nesses casos, a lucratividade está diretamente relacionada à taxa de prenhez e desmama das fêmeas.

Recria

Essa é a fase mais longa e desafiadora da criação de gado, onde o criador precisa direcionar todos os seus esforços para desenvolver os animais e garantir que eles expressem todo o seu potencial genético. Nessa etapa, os animais devem apresentar conformação e estrutura com ganho de peso no menor tempo possível. Afinal, quando o desenvolvimento de um animal não é concluído de maneira adequada, o processo de engorda é altamente prejudicado. Portanto, é missão dos criadores assegurar uma alimentação rica em nutrientes e garantir acompanhamento veterinário especializado.

Engorda

Por fim, a engorda é uma fase bastante rápida, em que os animais passam por um processo de ganho de peso acentuado. Nessa etapa, há uma disposição de gordura na carcaça. Por conta das questões fisiológicas, a disposição de gordura demanda maior dispêndio de energia por parte dos animais. Por isso, esse período requer maiores investimentos por parte dos criadores. Normalmente, esses animais são encaminhados para um sistema de confinamento ou semiconfinamento. O objetivo é auxiliar no ganho de peso dos animais e bom acabamento da carcaça. Enfim, gostou de saber mais sobre as diferenças entre as fases de cria, recria e engorda? Se esse artigo foi interessante para você, continue de olho nos conteúdos da seção Dicas Country da 7M Boots. Em breve, teremos muitas novidades por aqui. Um grande abraço e até o próximo post!

Mais vendidos

-40%
-54%
-61%
-31%

Aôba, tá precisando de ajuda? Clica aqui no botão do Whats que nóis te ajuda uai