Descubra como iniciar uma plantação de algodão

Confira as dicas abaixo e veja quais os fatores determinantes para conquistar uma incrível plantação de algodão.

Aoo cowboys e cowgirls! Hoje, no site da 7MBoots você vai descobrir alguns passos importantes para iniciar uma plantação de algodão, planta base de praticamente tudo que usamos na nossa sociedade. Primeiramente, é necessário destacar que, embora essa atividade seja muito rentável, para ter sucesso, é fundamental que você se qualifique para executá-la. Confira as dicas abaixo e veja quais os fatores determinantes para conquistar uma incrível plantação de algodão.

Preparo do solo

Uma das etapas determinantes para o sucesso da sua plantação é, sem dúvidas o preparo do solo. Portanto, se o seu solo tiver sido utilizado durante muito tempo para uma mesma cultura, será necessário receber aração para que esteja preparado para o início de um novo plantio. Além disso, se a sua propriedade sofrer com a presença de ervas daninhas, é recomendado a realização de duas arações. Já no quesito profundidade, o adequado é fazer uma aração de 30 centímetros, isso porque as raízes do algodoeiro ficam em uma profundidade média de 20 centímetros.

Espaçamento

De acordo com a lógica das plantações de algodão, quando menor for o desenvolvimento do cultivo, mais fechado deverá ser o espaçamento e vice-versa. Dessa forma, é importante que o agricultor tenha uma ideia sobre o desenvolvimento das suas plantas a partir das expectativas normais para se aproximar o máximo possível do ideal em termos de espaço.

Época para o plantio

Assim como na maior parte das plantações, as condições climáticas influenciam no desempenho do cultivo de algodão. Portanto, é preciso destacar a importância de experimentar a cultura para identificar como as condições do espaço afetam a lavoura. Além disso, o período do processo de semeação tem grande influência na quantidade de pragas na sua plantação. Por isso, é de suma importância estudar e pesquisar a respeito das possíveis pestes que podem atingir a sua plantação de acordo com a região para encontrar os momentos mais adequados para o cultivo, levando em conta a utilização de inseticidas para o solo e sistêmicos.

Semeação

Para que possam contar com mais profundidade no momento de germinação, as sementes devem ser dispostas entre 5 e 8 cm de profundidade. Para reduzir a umidade que acarreta problemas como antracnose e rizoctoniose, é preciso trabalhar com sulcos rasos. Além disso, nessa fase do cultivo é importante estar atento à marcação das linhas básicas do seu plantio estabelecido em nível. Para não criar lavouras com falhas, é necessário levar em conta a média de sementes: de 30 a 40 por metro de sulco com cobertura de pouca terra, dessa forma, o agricultor deverá aplicar de 3 a 4 sacos por alqueire.

Processo de adubação

A melhor forma de realizar o adubamento é paralelamente à semeação. Esse processo pode ser realizado por uma adubadeira simples, de tração animal com estilo de linha, ou, uma adubadeira maior, que tenha tração de tratores e realize a ação em duas ou mais linhas.

Raleação

Também conhecido como desbaste, esse processo consiste em arrancar algumas plantas que são tidas como “sobras” para que seja possível estabelecer uma linha com quantidade significativa de plantas de modo que todas possam crescer e se desenvolver de maneira saudável. O recomendado é realizar a técnica entre 20 e 30 dias após a semeação e deixar uma média de 5 plantas de algodão por metro de linha.

E aí pessoal, curtiram as dicas? Continuem ligados no site da 7MBoots, estamos preparando muitas informações bacanas para vocês!

Separamos alguns produtos para você